quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

E o ano quase acabou...

Estava eu conversando com meu namorado quando, entre uma DR e uma altiva discussão sobre Dante, o amor da minha vida questionou-me sobre uma poesia que escrevi - diga-se de passagem, observando dinossauros pela janela - e não faço ideia de onde tenha enfiado. Como a minha amada criaturinha estava insistindo há bastante tempo para ler a supracitada poesia, resolvi enviar-lhe uma outra do mesmo nível intelectual, ou melhor, do mesmo não-nível intelectual.
Foi então que eu me lembrei do blog. Como mencionei no meu último post meus planos de escrever aqui foram novamente metamorfoseados de tal forma que este data de setembro. Desde então eu já li vários livros, comecei a iniciação científica, vi inúmeros sóis e luas nascerem alternamente entre incessantes noites de estudo, o ano quase acabou e o mais importante: comecei a namorar com um cara MA-RA-VI-LHO-SO - mas esse é assunto para outro post. E aqui estou eu. Mais viva que nunca. Quando eu volto nem eu sei dizer. Espero que seja logo. E que venha 2011!